Os 8 passos para felicidade; segundo A CIÊNCIA DA FELICIDADE!

Os 8 passos para felicidade; segundo A CIÊNCIA DA FELICIDADE!

A ciência da felicidade tem estudado como podemos, conscientemente, aumentar nossos níveis de felicidade, de forma a não ficarmos a mercê de situações isoladas, dependentes de situação externas para sermos felizes. Mas de modo que nós próprios possamos agir conscientemente para sermos mais felizes em nossas.

Todos nós queremos ser felizes. Porém, é engraçado que ficamos sempre ficamos adiando a nossa felicidade para… para quando isso ou quando aquilo.

Neste artigo vamos abordar os 8 passos, segundo a ciência da felicidade, para sermos mais felizes. Então, se você acha que em débito com a sua felicidade, continue lendo este artigo até o final.

Os 8 passos para a felicidade

Os 8 passos para felicidade; segundo A CIÊNCIA DA FELICIDADE!

1# Passo para felicidade: Objetivos e valores.

O nosso primeiro passo nessa jornada é definir nossos principais valores e nossos objetivos.

Se queremos criar mudanças, e se você está aqui eu acredito que quer, então precisamos de motivação. A maioria das pessoas pensam em mudança como, apenas, uma simples decisão de fazer as coisas diferentes. Mas na verdade, o processo é um pouquinho mais complexo.

A palavra-chave é a motivação. E a melhor forma de você está realmente motivado é você ter uma visão clara do futuro – eu diria uma visão positiva de futuro.

Para ter essa visão positiva de futuro você precisa ter objetivos claros e definidos. E para você estabelecer objetivos fortes e realmente alcançáveis e motivacionais eles precisam está em harmonia com seus principais valores.

Valores. Valores são o conjunto de características que representa uma pessoa – aquelas características pontuais – aquelas que lembramos sempre que alguém fala sobre a pessoa em questão. Características tais que podem ser trabalhadas e desenvolvidas conscientemente.

Basicamente nossos valores meio que representam o nosso caráter diante da sociedade.

Existem algumas características ou valores que podemos agregar conscientemente em nossa personalidade afim de nos tornarmos um determinado tipo de pessoa – a pessoa que gostaríamos de ser.

Isso vai depender do que, de fato, é importante para você. Quais são realmente os seus valores?

Uma pequena lista de valores são:

Coragem, felicidade, amor, compaixão, generosidade, perdão, sucesso, família, dinheiro, espiritualidade, altruísmo, criatividade, lealdade, integridade, independência, saúde…

Faça sua própria lista de valores. A lista a cima pode ajudar você a arrancar. Mas é importante que você faça sua lista com os seus próprios valores. Seja honesto consigo mesmo.

Objetivos. Você precisa estabelecer objetivos verdadeiros, por isso é importante que você conheça bem os seus valores.

Então se você já definiu quais os seus principais valores, o próximo passo é você estabelecer suas metas – seus verdadeiros objetivos. Esses objetivos devem ser seus, de verdade. Não é algo que você deseja fazer para agradar alguém ou por que alguém quer que você faça.

Se você cair nessa armadilha, você estará se condenando à infelicidade.

Tenha em mente que estamos trabalhando para a sua felicidade. Então, nesse momento, você pode e deve ser egoísta.

2# Passo para felicidade: Atos espontâneos de bondade.

O segundo passo para a felicidade genuína consiste em praticar atos espontâneos de bondade, que na verdade eu acho que sejam tão espontâneos assim. Acho que está mais para atos conscientes de bondade ou atos deliberados de bondade.

Talvez você passado pela a experiência de ajudar alguém e tenha percebido que ficou mais feliz do que quando foi ajudado.

Atos de bondade tende a nos fazer mais felizes. Não precisa ser coisas grandiosas como salvar uma senhorinha de um prédio em chamas ou comprar a casa própria para uma família carente.

O seu foco aqui é praticar a bondade de forma consciente e consistente. Coisas como segurar a porta do elevador para alguém, ajudar um idoso a atravessar a rua, comprar um almoço decente para um morador de rua ou mesmo convidar um amigo ou colega de trabalho para almoçar e você pagar o almoço.

Você está capitando o espírito da coisa?

Muitas pessoas ficam esperando coisas grandiosas para se sentirem felizes. Mas pesquisas mostram que praticar de atos de bondade pode ajudar você na sua jornada para felicidade.

Segundo o livro A Ciência da Felicidade, pessoas com características altruístas tendem a serem mais felizes.

Experimente. Se voluntarie para fazer algum serviço comunitário na sua comunidade, pague um almoço para alguém, de preferência alguém que precise, mas nada impede de você pagar um almoço para um amigo. Faça uma pequena doação. Enfim, são coisas simples, que você pode cultivar no seu dia a dia, e que farão enorme diferença em sua vida.

Comece focar mais nesses pequenos atos. Você vai perceber que eles fazem muito a diferença e você colherá os resultados.

3# Passo para felicidade: Atenção plena.

Nós costumamos ter uma vida muito, muito agitada. Vivemos meio que no piloto automático, tanto que acabamos nos esquecendo de viver o presente. Ficamos tão no piloto automático que na maior parte do tempo não estamos cientes daquilo que está acontecendo à nossa volta.

A boa notícia é que podemos usar a atenção plena para despertar para a vida. A atenção plena consiste exatamente no que o nome sugere, está realmente atento ao presente.

Não faz muito tempo, as maneiras conhecidas, no mundo ocidental, pelas as quais podíamos aprender a prática da atenção plena, era somente pelas as práticas orientais, como meditação, yoga, tai chi, artes marciais, ou através dos meios espirituais, tais como Budismo, Taoísmo ou Zen ou os meios filosóficos.

Mas hoje nós já podemos nos beneficiar da atenção plena de forma mais simples, porém, igualmente poderosa.

De maneira simplista, você pode começar a se beneficiar com a atenção plena, simplesmente estando presente em suas interações diárias.

Por exemplo: Você pode exercitar a atenção plena enquanto você almoça ou enquanto janta. Você pode desfrutar de sua refeição sem pressa, apreciando cada aspecto da refeição, sentindo o cheiro da comida, degustando realmente o sabor da comida, sentindo a textura da comida enquanto mastiga. Ou seja está realmente presente no processo.

A maioria das pessoas almoça na frente da TV enquanto assiste ao seu programa favorito. Se você perguntar no dia seguinte o elas almoçaram no dia anterior muitas pessoas nem vão nem lembrar.

Procure aproveitar mais suas refeições enquanto se alimenta.

O mesmo princípio é valido quando você toma banho. Aproveite realmente o tempo que você passa no banho. A mesma coisa é válida quando você interage com seus familiares e amigos.

Quando você estiver conversando com alguém esteja lá de verdade, dê a sua atenção, se interesse pela a outra pessoa. Esteja presente.

Se permita está realmente ciente das coisas ao seu redor. Isso é muito importante para a sua felicidade.

4# Passo para felicidade: Pontos fortes e soluções.

O nosso próximo passo para felicidade é treinar nossa mente para focar nossos pontes fortes e nas possíveis soluções dos problemas. Na prática, na vida automática que levamos, acontece exatamente o contrário.

Nossas atitudes mentais podem determinar quão bem-sucedidos nós somos na vida. Por isso é importante focar nos seus pontos fortes e nas soluções dos seus problemas.

Muitas pessoas estão focando suas fraquezas e pondo toda sua atenção nos problemas que enfrentam no dia a dia. Atitudes mentais fortes focam na solução do problema. Não rigidamente, no problema em si.

É interessante que nossos modos de pensar têm influência direta nas experiências que vamos vivenciar na nossa vida. Mas poucas pessoas dão a devida atenção para pensar de verdade. E pensar de verdade passa por educar nossas atitudes mentais.

Então, o quarto passo para a felicidade é cultivar uma atitude mental que nos ajude alcançar nossos objetivos e superar os obstáculos que certamente ocorrerão no percorrer do caminho. Para isso devemos reconhecer nossos pontos fortes e encarar com inteligência nossos problemas.

Pontos fortes. Uma das coisas mais poderosas que você pode fazer é reconhecer seus pontos fortes e usá-los para alcançar seus objetivos.

O que você é bom fazendo?

O que você gosta de fazer?

Você é uma pessoa criativa?

Você é uma pessoa amorosa?

Você é uma pessoa prestativa?

Você é uma pessoa empreendedora?

Na maior parte do tempo estamos focando nas coisas erradas. Estamos focando naquilo em que nos saímos pior ou que não somos tão bons ou que falhamos. Mas isso está errado. Claro, você deve melhorar seus pontos fracos. Mas seu foco deve está em investir nos seus pontos fortes.

Descubra seus pontos fortes e invista neles. Você vai se sair muito melhor em seus projetos, e será muito mais feliz investindo potencializando onde você é bom.

Soluções. É muito importante ter uma atitude mental voltada para soluções. Porém, a grande maioria das pessoas, quando se deparam com seus problemas, ficam focadas no diabo do problema.

Você precisa mudar sua abordagem. Faça a si mesmo as perguntas a seguir:

Como você pode resolver esse problema?

O que posso aprender com esse problema?

O que há para ver aqui que não estou percebendo?

É com essa abordagem que surgem muitos empreendedores de sucesso. Onde a maioria fica presa ao problema em si, pessoas com atitude mental voltada para soluções, encontram as soluções e prosperidade.

5# Passo para felicidade: Gratidão.

O quinto para felicidade é cultivar uma atitude de gratidão consciente, e este é o meu preferido.

A gratidão é um estado de agradecimento e apreciação. Em todas a filosofias e religiões, sempre aparece a gratidão associada à felicidade. Mas, mais do que isso. Tem sido provado cientificamente, os muitos benefícios da gratidão.

Você deve reservar um tempo para apreciar as coisas boas da vida e agradecer por isso.

É importante, também, que você desenvolva o costume de anotar suas bênçãos diárias. Você deve manter um diário de gratidão sempre atualizado.

A gratidão nos proporciona melhor saúde, melhores relacionamentos, mais felicidade e uma vida mais longa.

A gratidão é um importante passo nessa jornada para felicidade. Então comece imediatamente a praticar a gratidão consciente.

Gostaria de deixar claro que quando falo de gratidão aqui, não me refiro ao “Muito obrigado”, costumeiro do dia a dia. Falo de realmente praticar a gratidão. Falo de uma atitude de gratidão consciente e consistente.

Leia o artigo: Como praticar Gratidão.

6# Passo para felicidade: Perdão.

O nosso próximo para felicidade é perdoar “aqueles nos tem ofendidos”, assim como a nós mesmos. Perdoar, de verdade, não vai ser tarefa fácil, pelo menos início. Se você já guarda um ressentimento há bastante tempo, pode ser muito complicado se libertar desse sentimento.

Mas se seu compromisso é com a felicidade, você terá de fazer um esforço consciente para se livrar de tal sentimento.

O ressentimento é um veneno para própria alma. Nunca fará nenhum bem a você. Ele vai te corroendo por dentro, te sufocando e roubando qualquer chance que você tenha de felicidade.

Você conhece alguém que carrega um profundo ressentimento que seja uma pessoa feliz?

Vai ter que aprender a perdoar. Nem que seja por egoísmo.

O perdão, verdadeiro, é um dos atos mais difíceis do mundo. Mas é possível e recomendado. E você vai aprender como perdoar.

No início você pode achar que é impossível perdoar insultos, maus-tratos, difamações, traições. Mas é incrivelmente maravilhoso quando aprendemos a perdoar.

Normalmente, atribuímos o perdão a religião ou espiritualidade. Mas os benefícios do perdão são comprovados cientificamente.

Pesquisas mostram que quando as pessoas aprendem a perdoar e perdoam verdadeiramente, elas têm melhoras significativas na saúde física e metal.

Nesse passo você vai identificar uma dor, uma magoa, um ressentimento que você vem guardando, e você vai se comprometer em perdoar.

Como perdoar. Aqui está um processo, que foi usado durante um experimento relatado no livro, A Ciência da Felicidade.

Escreva uma carta de perdão. Passos para escrever a carta:

1 – Porque você está escrevendo esta carta;

2 – O que deixou você ressentido (Seja bem específico);

3 – Como o comportamento da outra pessoa afetou você;

4 – Como você entende o ponto de vista outra pessoa (por que ela fez o que fez);

5 – Qual o seu papel na manutenção do ressentimento;

6 – Sua manifestação de perdão;

7 – O que você aprecia na pessoa, e uma manifestação dos seus melhores desejos para ela no futuro.

Escreva sua carta e releia ela até você sentir que conseguiu perdoar de verdade. Você vai saber disso quando não sentir mais aquele peso nos ombros.

Como eu já disse isso vai exigir esforço, e esforço ainda maior para algumas pessoas. Mas vale muito a pena.

7# Passo para felicidade: Redes Sociais.

O nosso próximo passo para felicidade é investir na construção de redes sociais. E eu não, eu não estou me referindo ao Facebook, mas a relacionamentos reais e significativos.

Você deve entender que pessoas precisam de pessoas. Um dos traços comuns em pessoas infelizes é a solidão. As pessoas infelizes costumam ser pouco sociáveis e solitárias. Elas costumam se isolarem. Seu próximo passo é fazer exatamente o contrário.

O isolamento social cresce a passos largos. E solidão gera mais solidão. As pessoas se isolam, seja por seu estilo de vida, facilitado por tantos eletrônicos ou por serem mais tímidas e inseguras tem muito medo de serem rejeitadas.

Por outro lado, também é possível está rodeado e ainda assim, ser solitário. A solução é você se arriscar um pouco e começar a investir em relacionamentos significativos.

Você vai começar desenvolver contatos, criar conexões com outras pessoas.

Como criar conexões:

1 – Seja proativo. Talvez você ache muito difícil, no início, mas você tem de se arriscar. Não fique esperando que venham conversar com você. Inicie uma conversa com alguém.

2 – Comece a ouvir mais. Seja um bom ouvinte. Uma pesquisa feita com uma operadora telefônica descobriu que a palavra que mais se ouvia nas interações era a palavra, EU. Ou seja as pessoas adoram falar de si mesmas. Você deve fazer o oposto e ouvir o seu interlocutor. Esta é uma ótima maneira de você começar a criar conexões.

3 – Dê apoio aos outros. Você não precisa ser competitivo o tempo todo. Comemore os sucessos das outras pessoas ao seu redor. Dê apoio quando eles estiverem para baixo. Procure meios de fazer com que eles fiquem bem.

Entre na dança amigo. Você não quer ficar sozinho, solitário e infeliz. Levante daí. Vai interagir. Chame um amigo para ir ao cinema. Convide aquela pessoa que você gosta para sair.

Uma ótima dica de livro para você se aprofundar é: Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas.

8# Passo para felicidade: Refletir.

Nesse último passo da nossa jornada para felicidade, é hora de parar, refletir, avaliar e renovar.

Agora você vai tirar um tempo para avaliar e apreciar o seu progresso. Veja sua evolução. Reserve um tempo para realmente apreciar o que você fez até agora.

Reserve um tempo para avaliar o que funcionou para você e o que não funcionou tão bem assim.

Se você registrou, reveja seus registros, leia suas anotações. Se você não anotou nada, então, você deve refazer a jornada em sua mente. Lembrar de todos passos até aqui e como eles o influenciaram ao longo dessa caminhada.

O que você aprendeu?

O que você mudou?

Você está mais feliz?

Como você visualiza o seu futuro?

Reserve um tempo para fazer isso. Uma vez feito. Você já saberá o que, de fato, funcionou – o que ajudou mais você. Quais passos tiveram mais influencias sobre sua vida e quais não tiveram tanta influência assim.

O que você pode fazer agora é repetir, como um experimento. Uma vez que você já passou pelo o processo, você pode muito bem se beneficiar muito mais agora.

Conclusão

Bem, estes são os 8 passos para felicidade, recomendados no livro A Ciência da Felicidade. É uma pesquisa extensa e comprovadamente funciona. Mas você tem de fazer a sua parte.

O experimento que resultou nessa sequência teve duração de 8 semanas. Ou seja, cada passo teve duração de uma semana. É como eu recomendo que você o siga. Reserve uma semana para cada passo e realmente o implemente em sua vida.

Você pode salvar essa página nos seus favoritos para voltar aqui sempre que julgar necessário.

Você também pode adquirir o livro: A Ciência da Felicidade.

Ou você pode dar um passo além e se inscrever no Curso Digital Felicidade.

Sobre o autor | Website

Meu propósito é intencionalmente inspirar e capacitar as pessoas para aumentar a sua autoconfiança, descobrir o seu propósito de vida e conquistar os seus sonhos mais ousados, a fim de nos transformar no melhor que podemos ser, de dentro para fora.

Baixe GRATUITAMENTE Magnetismo de saúde e riqueza!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

3 Comentários

  1. Ana Rodrigues disse:

    Parabéns, agradecida estou gostando muito.

  2. Iago disse:

    O que quer dizer com “A ciência da felicidade“, de onde tirou esse termo?