Paradigmas Valderlei de Jesus

Como mudar seu sistema de crenças limitantes

Como mudar seu sistema de crenças limitantes

Todos nós, quando na idade adulta, temos um sistema de crenças. Ao mesmo damos o nome de crenças limitantes. É importante saber como mudar suas crenças limitantes quando você deseja alcançar o sucesso e criar a vida que você deseja.

Crenças são simplesmente ideias ou princípios que julgamos ser verdadeiros.

Como mudar seu sistema de crenças limitantes

Algumas de nossas crenças podem nos levantar e nos ajudar a obter grandes sucessos, mesmo em tempos difíceis, essas são nossas crenças fortalecedoras, enquanto outras crenças, muitas vezes chamadas de crenças limitantes, nos impedem de alcançar a vida que realmente queremos experimentar, essas nossas crenças destrutivas, comumente chamadas crenças limitantes.

Nossas crenças limitantes vêm de uma variedade de lugares, incluindo nossas experiências de vida, amigos e família, mas há uma coisa que todas elas têm em comum: elas podem ser feitas em pedaços, esmagadas e removidas do nosso sistema de crenças, saindo assim, do nosso caminho para que possamos alcançar tudo aquilo que queremos da vida – se você optar por fazer você pode se livrar do seus sistema de crenças e mudar de uma vez por todas os seus paradigmas.

É possível, sim, mudar o nosso sistema de crenças, mesmo que ele já venha instalado há vários anos no seu subconsciente. Não importa há quanto tempo seu sistema de crenças tenha sido instalado, se você quiser mudar você pode. Se você quiser.

Por uma ou outra razão todos nós temos, em algum nível, crenças limitantes, que não nos deixa avançar na vida além de um determinado ponto.

Mas saiba que se você deseja ir para próximo nível de sucesso, conquista e riqueza, você terá que superar velhos paradigmas.

Por que nós temos crenças limitantes?

Por que nós temos crenças limitantes?

A única coisa que pode, realmente, retê-lo na vida são suas crenças limitadoras. Mas, mesmo que você tenha e, provavelmente tem algumas crenças limitantes, você não precisa viver limitadamente por causa delas, você pode superá-las, mudá-las.

Ninguém nasce e decide procurar por esse ou aquele tipo de crenças, que impede muitas… muitas pessoas mesmo de ir atrás de seus sonhos e objetivos de vida. Em vez disso, você as adquire a partir de várias experiências que você experimenta ao longo da vida, desde criança.

Conversas com pessoas, observações de suas experiências e influências externas, tudo está criando suas crenças limitantes.

Na verdade, todas as suas experiências e observações cria o seu sistema de crenças. Esse sistema pode ser constituído por crenças fortalecedoras, que o impulsiona no sentido de você alcançar o sucesso de vida, ou pode ser feito de crenças negativas, que o prive de viver a vida dos seus sonhos.

Por exemplo, se você vem de uma família pobre, onde tudo era difícil, seus pais provavelmente lhe disseram que o dinheiro não cresce em árvores (ou algo parecido), desde então, isto pode ter se tornado um constante lembrete do quão difícil é ganhar dinheiro.

Você pode ter desenvolvido a crença limitante de que você tem que ir para escola por em média 16 anos, a fim de conseguir um emprego decente para fazer um dinheiro decente durante a sua vida profissional.

Essa crença limitante pode impedi-lo de buscar empreendimentos lucrativos, para de fato, alcançar a prosperidade financeira.

Afinal, porque você iria se interessar por algum tipo de empreendimento, se você não acredita que isso vai funcionar? Se tudo que você sabe é que tem de trabalhar duro para alguém a fim de receber algum dinheiro no final do mês.

Contudo, é importante sair desses padrões e buscar outros meios mais lucrativos de ganhar a vida. Mas não só ganhar a vida, de pagamento a pagamento a cada fim de mês. Mas viver com prosperidade e verdadeira abundância. E quando falo abundância estou me referindo a dinheiro mesmo.

Por isso é importante saber como mudar suas crenças limitantes. Você tem que fugir dos seus velhos paradigmas dominantes, que o mantém preso na limitação e escassez.

Como começar mudar suas crenças limitantes

Como começar mudar suas crenças limitantes?

Você deve reconhecer suas crenças limitantes. Normalmente você pode reconhecê-las porque elas estão impedindo você de fazer algo, muitas vezes elas vêm com uma justificativa por trás, e fazem você se sentir mal ou impotente em relação a uma ou várias situações da vida.

Você pode fazer um relatório de suas crenças, tantas quantas você puder lembrar, e então começar a trabalhar para superá-las.

Por exemplo, “Eu não posso me candidatar a essa vaga de emprego porque eu nunca seria contratado para ocupar um lugar como esse,” esse, na verdade, é um exemplo de uma crença limitante bem comum.

Outro exemplo é: “Eu não tenho as habilidades necessárias para abrir o meu negócio próprio.”

Você está dizendo a si mesmo que você nunca pode ser contratado para trabalhar em um lugar que você deseja, que não pode ser dono do seu próprio negócio, o que o impede de se aplicar ao trabalho que realmente deseja realizar, e também faz você se sentir mal sobre si mesmo. Pois você, aos poucos, perde sua autoconfiança.

Outra crença limitante seria: “A vida é dura!”

Novamente, esta crença limitante pode afetar a maneira como você se sente sobre a vida e se você quer ou não ir atrás dos seus sonhos mais grandiosos, ou se simplesmente, joga suas mãos para cima, reclama e desiste.

Tecnicamente, reconhecer suas crenças limitantes é o passo mais importante para se livrar delas.

Uma vez que você as veja como limitações, você terá dificuldades em convencer-se de que elas são realmente verdadeiras, e você vai naturalmente começar a transformá-las em crenças mais fortalecedoras.

Por exemplo, quando você se pegar dizendo: “Eu nunca serei contratado para um lugar como aquele,” você vai parar e questionar a si mesmo e ver se isso é verdade, ou somente o seu medo falando mais alto. Você pode dizer a si mesmo que, com a experiência certa (ou até mesmo um pouco de sorte), você pode ser contratado para trabalhar em um lugar assim, e sua crença limitante vai começar a perder sua validade e desaparecer para sempre de sua mente.

Para alguns, isso pode acontecer mais rapidamente. Para outros, pode demorar um pouco mais. Mas todos nós podemos superar nossas crenças limitadoras.

O importante é reconhecer o seu sistema de crenças limitadoras e começar o trabalho para mudança.

Quebrando seu sistema de crenças limitantes

Embora reconhecer suas crenças limitantes irá ajudá-lo a desenvolver crenças mais fortalecedoras, existem algumas coisas que você pode fazer para apressar o processo.

A seguir estão duas dicas de como acabar com suas crenças limitadoras, relativamente rápido.

1# Faça algo que desafie você a cada dia.

Crenças limitantes consistem do medo. Elas se alimentam da dúvida. Se não houvesse medo, poderíamos fazer todas as coisas que desejamos, sem preocupação, ansiedade e com muito mais autoconfiança.

Por exemplo, se você não estivesse com medo de ser rejeitado, você acreditaria que poderia começar qualquer trabalho ao qual verdadeiramente deseja se empenhar.

Portanto, fazer algo que te assusta todos os dias, algo que o tire da sua zona de conforto, é uma ótima maneira de vencer o medo, esmagar suas crenças limitantes em pedaços, e mostrar a si mesmo que você está limitado apenas por seus pensamentos.

Se libertando desse sistema de crenças, você pode conquistar o que quiser da vida.

Além disso, toda vez que você faz algo que você teme, ou que não gosta, sua zona de conforto se alarga um pouco mais. Você prova a si mesmo que você pode fazer coisas que vão contra o seu estado de crenças limitantes, e você começa a substituir facilmente e gradativamente, estas crenças por crenças mais fortalecedoras.

A zona de conforto maior significa que você terá menos crenças limitantes e maiores possibilidades de uma vida feliz e abundante – não há maneira de contornar isso.

O que assusta você pode ser algo pessoal. Pode ser algo como sair para jantar com uma pessoa que poderia influenciar o seu negócio ou sua carreira de uma forma positiva.

Quando você faz algo que assusta você, você aumenta sua autoconfiança e alimenta suas crenças fortalecedoras. Esse é um passo importante para a reformulação dos seus paradigmas.

2# Livre-se das bases que sustentam suas crenças limitantes.

Cada crença limitante tem pernas. Na verdade, toda a crença tem pernas, tem bases que as sustentam no nosso sistema de crenças.

Estas bases são, simplesmente, os pensamentos que apoiam suas crenças. Quanto mais edificadas estas bases, mais forte é sua crença.

Por exemplo, a crença limitante de que você não é um bom parceiro em um relacionamento amoroso pode impedir você de viver o relacionamento dos seus sonhos.

As bases da sua crença podem ser pensamentos como: “Todos os meus relacionamentos terminam de maneira muito dolorosa por minha causa.” Ou “Meu ex me disse que eu não era boa o suficiente.”

Para remover essas bases (pensamentos), você precisa alterá-los para algo mais positivo. Encontrar algo melhor para dizer sobre si mesmo, que é verdade, como: “O meu parceiro tem uma parte igual de responsabilidade pelo o rompimento da relação”, ou “Eu posso aprender a ser mais favorável para um novo relacionamento.”

Estes exemplos são bastante genéricos, claro. Mas você pode e, deve, personalizar para sua situação.

Essas novas afirmações irá ajudar você a se libertar das bases de sua crença limitante e adicionar suporte a uma crença mais positiva sobre si mesmo.

No final, crenças limitantes são simples de se libertar. Talvez, não seja fácil. Mas é simples de se livrar delas, com as técnicas corretas.

Em primeiro lugar, é preciso reconhecê-las quando elas aparecem, e então você precisa eliminá-las, tornando-se destemido e se livrando das bases que as sustentam.

Bom, eu espero que você agora saiba como mudar suas crenças limitantes e, realmente, as mude e as transforme em crenças fortalecedoras.

Mas, se você está a sério, comprometido em aprender como mudar suas crenças limitantes, eu recomendo fortemente que você veja agora este treinamento maravilhoso que transformar todos teus paradigmas.

Veja aqui o fantástico treinamento Mudança de Paradigmas!

Sobre o autor | Website

Meu propósito é intencionalmente inspirar e capacitar as pessoas para aumentar a sua autoconfiança, descobrir o seu propósito de vida e conquistar os seus sonhos mais ousados, a fim de nos transformar no melhor que podemos ser, de dentro para fora.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

5 Comentários

  1. Olá. Valderlei? Cara muito bom esse teu artigo, completo uma explicação clara e simples de ser compreendida. O assunto das crenças limitantes é muito vasto mas você conseguiu em poucas palavras e com apenas um artigo falar das crenças sem deixar muitas dúvidas.
    Porém eu fiquei com uma pequena dúvida eu gostaria de saber qual é a real diferença entre crenças limitantes, hábitos e paradigmas?
    Muito obrigado por partilhar esse maravilhoso conteúdo…
    Forte Abraço e muito sucesso!!!

    • Olá, muito obrigado!
      Olha crenças limitantes ou não limitantes e paradigmas são bastante parecidos. Um paradigmas, nada mais é do que um padrão de pensamentos, um modelo, um jeito de pensar. Enquanto que uma crença é algo que eu acredito ser verdade, mesmo para outras pessoas aquilo no que eu acredito não passe de bobagens ou falso, ou mentira… para mim que acredito é uma verdade. Por exemplo se eu aprendi que tenho que trabalhar muito duro para ganhar algum dinheiro no final do mês pra poder pagar minhas contas, isso é uma verdade para mim e eu vou concretizar procurando trabalhos difíceis para ganhar meu dinheiro. Enquanto que uma outra pessoa, na mesma cidade, mesmo bairro, pode acreditar ou saber de outras forma de ganhar dinheiro muito mais rápido e em maior quantidade trabalhando menos, isso para essa outra pessoa é uma verdade uma crença.
      Modelo de pensar + crença = paradigma.
      Já um hábito é um ato repetitivo, que muitas vezes, nem percebemos. Por exemplo, se vai para o seu trabalho todos os dias pelo o mesmo caminho, mesmo que um dia qualquer você diga conscientemente que vai mudar de rota, se você não estiver atento, muito provavelmente você fará o mesmo caminho porque já está gravado no teu cérebro aquele caminho repetido todos os dias.
      Se você escreve com a mão direita você tem muita dificuldade para escrever com a mão esquerda, a menos, é claro, se você treinar escrever com a mão esquerda, o que seria uma mudança de hábito.
      Agora imagine que você tem o hábito de sempre que pega algum dinheiro gastá-lo rapidamente. Sua vida financeira nunca se equilibra. Então sua opção inteligente é mudar esse hábito para o hábito de reservar pelo menos 10 por cento de tudo que entra. No começo vai ser difícil, mas com o tempo isso será seu novo hábito. E o melhor você terá dinheiro.

      Valeu, abraços.
      Grato pelo o cementário.
      Volte sempre aqui no blog. Gratidão!

  2. Gratidão pela pronta resposta…
    Podes crer que voltarei…
    Forte Abraço!

  3. Sander disse:

    Ola Vanderlei, excelente artigo, parabéns… se me permite compartilhar um pouco do que aprendi em um treinamento que fiz sobre reprogramação de crenças através da autossugestão que por sinal você já deve conhecer bastante… no caso o primeiro passo seria fazer perguntas desafiando estas crenças poderiam ser verdadeiras (o que de fato nunca são) contestando-as a sua realidade… depois você escreve no papel estas crenças de forma oposta(reprogramada) e a partir de então escrever estas crenças reprogramadas por pelo menos 50 vezes, e lê-las por 90 dias consecutivos em voz alta em forma de autossugestão por pelo menos uma vez ao dia… Este método é tremendo, funcionou comigo… reprogramação através da repetição.

  4. Excelente seu artigo Valderley, gostei muito, só de reconhecer que temos as crenças limitantes já nos dá outra perspectiva da vida, depois é trabalhar para criar as crenças fortalecedoras. Grande abraço!