Casamento Valderlei de Jesus

Como salvar meu casamento? 4 passos simples para você salvar seu casamento!

Como salvar meu casamento? 4 passos simples para você salvar seu casamento!

Alguma vez você já se fez a pergunta: “Como salvar meu casamento?” Existe mensalmente no Google uma busca de cerca de 10 mil pessoas buscando pelo o termo: como salvar meu casamento. Isso é um número nacional, e existe variações dessa mesma busca. Aqui eu preferi fazer uma busca exata. Mas o número real de pessoas que estão buscando como salvar seu próprio casamento é bem maior.

Obviamente o número de divórcios é muito maior que o número de pessoas que estão buscando como salvar seu casamento.

A cada ano, só nos Estados Unidos, quase 1 milhão de casamentos terminam em divórcio. É um número incrível de divórcios! Isso é como se todos os cidadãos de uma cidade estivessem divorciados. Lembrando que cada divórcio envolve 2 pessoas, são 2 milhões divorciados, isso por ano.

A questão é: quantos desses casamentos poderiam ser salvos?

Infelizmente, este é um número invisível. Se o seu casamento permanece unido, é difícil encontrar nas estatísticas. Como Marian Wright Edelman, escreveu, as estatísticas são histórias lavadas com as lágrimas.

Como salvar meu casamento? As pessoas perguntam.

Se eu pudesse responder a isso, eu seria um homem rico. Posso dizer que, se seu casamento está em apuros e você não fizer nada, o resultado é garantido. Se você fizer alguma coisa, há uma chance muito melhor de que seu casamento possa ser salvo.

O seu casamento pode ser salvo?

Para ajudar você a lidar com esse problema, eu vou compartilhar com você estes quatro passos que podem ajudar você a tirar seu casamento dessa estatística lamentável. Assim você poderá trabalhar para salvar seu casamento.

Como salvar meu casamento em 4 passos simples

Como salvar seu casamento em 4 passos simples.

Antes de continuar, deixa eu explicar por que resolvi escrever esse artigo, pois você não vai encontrar muitos dele por aqui.

Bem, eu tenho um certo número de pessoas que já seguem meu trabalho a bastante tempo. Recentemente, recebi um e-mail de uma dessas pessoas contando um pouco de sua história, falando sobre seu casamento já muito desgastado e como ela poderia salvar seu casamento.

Se este é parecido com o seu caso, se você também esteve fazendo a busca: como salvar meu casamento? Continue lendo este artigo até o final, pois ele vai te ajudar.

Eu posso dizer, em quatro passos simples o que você pode fazer para salvar seu casamento.

Você pode começar agora. Mas você deve entender que eu disse “simples”. Isso não é o mesmo que “fácil”. Estes passos não são fáceis. Eles, no entanto, vão lhe dar um caminho que você deve seguir se você quiser mudar o destino de um casamento em apuros.

1# Saia do jogo da culpa.

O primeiro passo, a primeira coisa que você deve ter em mente é parar de culpar. Pare de culpar seu cônjuge, e também pare de culpar a si mesmo.

Este é o primeiro passo, porque os casamentos ficam congelados em um padrão de culpa que imobiliza qualquer perspectiva de progresso. Em vez disso, é arrastado para baixo… e para baixo… mais e mais.

Então fuja desse padrão.

A culpa é nossa maneira de evitar nos vermos claramente. É muito mais fácil apontar o dedo para algum lugar e dizer “É culpa deles.”

Mas no casamento, você pode facilmente apontar o dedo para si mesmo e dizer: “É tudo minha culpa.” Mas isso não soluciona seu problema.

Assumir a responsabilidade por sua vida é bom, na verdade, muito bom, definitivamente, necessário. Mas só isso não basta.

Infelizmente, a culpa é boa no curto prazo, mas no longo prazo, impede qualquer mudança ou alteração no padrão destrutivo.

Sendo assim, mesmo que você possa fazer uma longa lista de por que você ou seu cônjuge deve ser responsabilizado por uma situação ruim no casamento, esqueça. Mesmo que essa lista seja algo factual – que seja verdadeira – não vai ajudá-lo a colocar o seu casamento de volta aos trilhos da felicidade.

A culpa é o combustível dos divórcios. Apontar culpados acelera o processo.

Assuma a responsabilidade. Mas sem culpar ninguém, inclusive a si mesmo. Se você também buscou: “Como salvar meu casamento,” assuma a responsabilidade pela a mudança que você deseja.

2# Assuma a responsabilidade.

Assuma a responsabilidade por seu casamento. Assumir a responsabilidade não significa se envolver e chafurdar na culpa. Decida que você pode fazer algo. A mudança sempre começa com uma pessoa que quer ver uma mudança.

Entenda que assumir a responsabilidade não é o mesmo que se culpar.

Em vez disso, você está dizendo, “independentemente de de quem é a culpa, existem algumas coisas que posso fazer diferente, e eu vou fazê-las”.

Que botões você permite seu cônjuge empurrar? Que botões você empurra com seu cônjuge?

Decida não permitir que esses botões sejam empurrados e pare de empurrar os botões.

O que me espanta no meu aconselhamento é que toda a gente sabe o que deve fazer ou não fazer. Mas é difícil se mover nessa direção.

Seja sincero: Você realmente não sabe quando está errando em seu casamento?

Não seja pego nisso. Decida que você irá tomar medidas. E comece a agir.

A diferença entre culpa e responsabilidade é a seguinte: se eu estou em um prédio em chamas, eu posso ficar preso em torno de tentar descobrir quem começou o incêndio. Ou eu posso sair do prédio e ainda levar comigo qualquer outra pessoa que eu possa (assumindo a responsabilidade).

Quando um casamento está em apuros, a casa está em chamas. Então você tem que decidir, você vai tomar medidas para salvar seu casamento ou vai apontar culpados?

3# Obtenha ajuda de especialistas.

Se os outros têm sido ajudados por especialistas, você também pode. Especialistas com muito mais perspectivas e experiências podem ser uma ajuda real nestas situações.

Faça sua pesquisa, separe o útil do inútil, e em seguida, aproveite o que for útil.

Não assuma que a sua situação não é tão diferente de qualquer outra situação. Posso dizer que, depois de alguns anos de prestação de serviços úteis, não há histórias muito nova em minhas portas. Não me interpretem mal; a história muda, mas a dinâmica é sempre a mesma.

Lembre-se que Albert Einstein disse: “Os problemas significativos que temos não podem ser resolvidos no mesmo nível de pensamento com o qual os criamos.”

Em outras palavras, o pensamento com o que você começou a ter problemas não vai tirar você de seus problemas. Isso requer um novo nível de pensamento. E isso é o que você recebe de um perito externo, alguém com uma nova perspectiva.

Recomendo:

Casamento de Sucesso.

Pronta Para o Romance.

Bem Resolvida no Amor.

O Que Faz O Amor Durar?

Casamento Blindado. O seu Casamento à Prova de Divórcio.

4# Tome uma atitude.

Mais dano é feito por não fazer nada, dar um passo em falso. É muito fácil ficar paralisado pela situação.

Terapeutas muitas vezes falam sobre “paralisia da análise”. Isto ocorre quando as pessoas ficam tão presas em seus pensamentos agitados e nas tentativas de “entender as coisas” que eles nunca agem – nunca fazem nada para mudar a situação.

Não é suficiente simplesmente entender o que está causando o problema. Você deve, então, agir!

Em uma base diária, eu encontro pessoas que chegam a mim com a crença de que, se eles simplesmente compreenderem o seu problema, como em um passe de mágica ele vai se resolver. Isso simplesmente não acontece. A resolução da situação exige ação.

Se você realmente deseja salvar seu casamento, você tem que tomar uma atitude. Talvez essa atitude te tire de sua zona de conforto. Mas você tem que agir.

Será que o seu casamento pode ser salvo?

Se você se perguntou: “Como salvar meu casamento?” Comece a si perguntar o que eu posso fazer a respeito, hoje?

Se você seguir minhas sugestões, você tem infinitamente mais oportunidade para salvar seu casamento do que se você não fizer nada. Se você não fizer nada, então nada mudará.

O casamento é um desses lugares onde é preciso dois para fazê-lo funcionar, mas apenas um para realmente embaralhar as coisas. Você só pode fazer a sua parte, mas muitas vezes, isso é suficiente.

Se você também se pergunta: como salvar meu casamento? Para começar o processo, aja.

Conclusão

Esses são apenas quatro passos simples que qualquer pessoa pode dar se realmente deseja salvar seu casamento. Mas existem muitas outras coisas que você pode fazer para salvar seu casamento. E mesmo para não deixar seu casamento chegar a essa situação, em que precisa ser salvo.

Necessita de mais ajuda?

Pegue o recurso mais vendido na internet para salvar casamentos e dê o primeiro para salvar seu casamento. Você pode encontrá-lo em aqui: Casamento de Sucesso.

Sobre o autor | Website

Meu propósito é intencionalmente inspirar e capacitar as pessoas para aumentar a sua autoconfiança, descobrir o seu propósito de vida e conquistar os seus sonhos mais ousados, a fim de nos transformar no melhor que podemos ser, de dentro para fora.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 Comentários

  1. Paula disse:

    Passos simples que sou verdadeira em assumir que não estava seguindo. Vou mudar isso a partir de hoje e aguardando os resultados